Tecnologia

Reino Unido começa a vender teste doméstico de HIV

Muita gente possui HIV e não sabe disso. Essa é uma das principais causas da transmissão do vírus da AIDS, doença ainda sem cura mas que tornou-se administrável com o avanço da medicina.

Ainda há bastante preconceito com relação ao exame de HIV. Pessoas deixam de fazer por vergonha ou por receio de estar contaminadas. Um grande passo para resolver esse problema foi dado no Reino Unido. Agora um kit em que é possível fazer o teste em casa está sendo vendido.

Com uma pequena amostra de sangue, qualquer pessoa pode utilizar esse kit e fazer o teste de HIV em casa, com acurácia de 99,7% e resultado em 15 minutos. Não há informações sobre a chegada desse kit em outros países, mas é certo que isso deve acontecer até mesmo através de outras empresas.

Vale ressaltar que apesar de pessoas com AIDS terem, atualmente, uma vida considerada normal, a doença ainda não tem cura e você deve continuar se protegendo da mesma forma usando preservativo e não compartilhando seringas, entre outros cuidados.

Se você nunca fez o teste de HIV, não deixe de fazer, pela sua própria segurança e a segurança de terceiros.

Um Apple Watch no liquidificador

O canal Will it Blend é famoso por mostrar diversos eletrônicos e objetos de desejo das pessoas sendo triturados por um liquidificador. A vítima dessa vez foi o cobiçado Apple Watch, o relógio inteligente da empresa.

Se você não curte ver eletrônicos caros e novinhos em folha sendo destruídos por puro sadismo, melhor não dar play.

Esse é o famoso Suco de Siri.

Apple Watch demora muito para iniciar e dá crash em app do tempo

Um vídeo aparentemente gravado escondido numa Apple Store no dia do lançamento do Apple Watch mostrou algo inusitado. O Apple Watch demora MUITO para ligar. O boot demora mais de um minuto. Além disso, o app do Tempo não inicializa mesmo após várias tentativas. Deu crash várias vezes.

Isso não chega a ser nenhum absurdo. Muitas vezes o primeiro boot é mais demorado e quem não lembra de Bill Gates mostrando o Windows dando tela azul ao vivo? Problemas fazem parte do processo. Além disso, normalmente a Apple é extremamente rápida em liberar correções para o iOS.

Quanto ao app, é provável que tenha algo a ver com a Wifi, apesar disso ser incomum. O máximo que deveria acontecer seria o app abrir e não trazer informações atualizadas. Apesar disso, o Apple Watch foi um sucesso absoluto no lançamento, com mais de 1 milhão e meio de unidades vendidas até o momento. Isso é mais que o dobro de todos os modelos de Android Wear SOMADOS.

Brasileiro está construindo versão em software do Enigma

enigma

Enigma, para quem não sabe era uma máquina usada pelos nazistas na II Guerra Mundial para encriptar suas mensagens e comunicações, de maneira que não fossem desvendadas pelos aliados.

A máquina e a forma como os britânicos desvendaram seu mistério foram brilhantemente relatados no filme The Imitation Game, com Benedict Cumberbatch, que concorreu ao Oscar de melhor ator pela interpretação do gênio Alan Turing, o pai do computador moderno.

O brasileiro Bruno Lucattelli foi inspirado pelo trabalho de Turing e decidiu transformar o Enigma num software. Assim, pessoas normais e estudantes de computação poderão enviar mensagens encriptadas da mesma forma que se fazia na segunda guerra mundial.

O funcionamento do Enigma é bem simples. Uma espécie de máquina de escrever com circuitos, onde ao pressionar uma tecla, a letra é iluminada. Porém, na saída os circuitos são trocados e as letras são mudadas, encriptando a mensagem. Usando POO, Bruno criou uma classe para cada letra e para os elementos do Enigma, como o teclado, o painel de luz e o rotor.

O objetivo é puramente educacional. O software foi escrito em ABAP, linguagem desenvolvida pela gigante SAP, que curiosamente é uma empresa alemã. Essa linguagem tem suas origens no COBOL, uma das primeiras linguagens de alto nível e que durante muitos anos dominou o mercado de softwares para grandes empresas. Muitos sistemas enormes ainda rodam em Cobol hoje em dia.

Bruno liberou o código do programa no Github, assim outras pessoas poderão usufruir e estudar seu trabalho. O enigma hoje é basicamente inútil, já que seu código foi descoberto. Como encriptador de mensagens propriamente dito ele não serve de nada, mas para estudantes e quem quer aprender sobre programação, encriptação e segurança, é uma ótima ferramenta. Bruno espera que seu trabalho sirva de inspiração para outras pessoas, assim como o trabalho de Turing lhe inspirou.

Baterias de alumínio carregam rápido e podem durar 7000 ciclos

89455_web-640x427

9 entre 10 usuários de smartphones e eletrônicos em geral tem uma reclamação em comum: duração da bateria. Se os antigos Nokia de lanterninha duravam uma semana mesmo com você jogando cobrinha horas a fio, por outro lado faltavam recursos que não existiam na época. Hoje temos recursos até demais, mas bateria de menos.

Isso não significa dizer que as baterias de lítio-íon não evoluíram, pelo contrário. Na verdade, até mesmo pela sua densidade energética elas são as campeãs e praticamente unanimidade no uso hoje em dia, permitindo que sejam pequenas e leves. Mas em que pé está a evolução nisso? Talvez a resposta sejam as baterias de alumínio flexível.

A grande vantagem do alumínio é que ele é abundante, barato e leve. Além disso, cada átomo tem capacidade de liberar três elétrons a cada ciclo de carga, 3x mais que o lítio. O problema é que no alumínio o desempenho cai drasticamente após apenas alguns ciclos de carga. Porém, pesquisadores conseguiram desenvolver uma bateria de alumínio flexível que consegue se manter estável por 7000 ciclos de carga, além de ser flexível e não apresentar risco de incêndio.

Os estudos ainda estão longe de serem conclusivos, pois os pesquisadores ainda não conseguiram tirar o máximo do que o alumínio tem a oferecer (como os três elétrons por ciclo de carga) e há vários problemas com o material utilizado na construção da bateria. Após muitos testes, chegaram a uma combinação de tricloreto de alumínio dissolvido num solvente orgânico também composto por cloro e espuma de grafeno que deu estabilidade e durabilidade ao composto.

O fato é: essas baterias podem ter uma série de aplicações onde densidade energética não seja fundamental. Se elas forem produzidas de maneira viável, podem ter aplicações no mercado. Além disso, a pesquisa aponta caminhos que podem ser usados por outros tipos de bateria para tentar extrair energia de forma mais eficaz.

Por enquanto, a recomendação é que você tenha sempre um carregador por perto e diminua o brilho da tela quando puder.

Via Nature

Chegou: agora você pode ter o HBO Now nos seus gadgets Apple

tyriono

Se o PopCorn Time é algo que só a Apple não permitiu a entrada em seus dispositivos móveis, o HBO Now é uma espécie de “antídoto” quanto a isso. O serviço sob demanda da HBO foi lançado hoje exclusivamente para iDevices. Você pode baixar o app e consumir conteúdos como Game of Thrones e outras produções da empresa através do seu iPhone, iPad ou Apple TV.

Por enquanto o aplicativo não está disponível na loja brasileira, você precisará ter uma conta na App Store americana pra baixar. A mensalidade do serviço custa 15 dólares mensais, mas assinando esse mês você ganha um trial de 30 dias. Para quem é fã das produções da HBO, certamente vale a pena.

Conforme falei no post sobre o PopCorn Time, as empresas falham na distribuição dos conteúdos e acabam se tornando alvos da pirataria. Porém, iniciativas como a da HBO – fornecer conteúdo de alta qualidade, sob demanda, de maneira universal e com preço acessível – enterram a desculpa de quem diz que não consome conteúdo pago porque é caro ou inacessível.

Para empresas que insistem em manter formatos antigos de distribuição, uma coisa é certa: winter is coming.

PopCorn Time no seu iPhone ou iPad sem Jailbreak

popcorn

O PopCorn Time é basicamente um Netflix para torrent. A grande vantagem para o usuário é ter basicamente todos os lançamentos em alta qualidade, com legenda a um click de distância. A desvantagem para os produtores é que o conteúdo é consumido livremente, sem gerar qualquer tipo de receita.

O grande problema continua sendo a forma como esse conteúdo é distribuído. Filmes e séries chegando em datas diferentes, empresas insistindo em vender mídias físicas numa era completamente digital e sob demanda, entre outros aspectos acabam de certa forma incentivando internautas a buscar maneiras alternativas (aka pirataria) para  consumir esse conteúdo.

O PopCorn Time existe em praticamente todas as plataformas, mas a rigidez da Apple impediu que o software chegasse até o iOS. Apenas fazendo jailbreak (desbloqueando o software) do aparelho é possível instalar apps de fora da App Store. Era. Basta baixar um iOS Installer no seu PC (ainda não há versão para Mac) e conectar seu iPhone.

Lembre-se que qualquer ação desse tipo é por sua própria conta e risco. Eu particularmente não recomendo fazer jailbreak no seu iOS e nem instalar aplicativos por vias alternativas como essa. Nunca se sabe o que há por trás do código desses softwares. Mas, se sua curiosidade for maior e você tiver um computador com Windows rodando, basta clicar aqui.

Topo