Windows 7 a Vista (com trocadilho!)

Já faz um tempinho, a Microsoft disponibilizou para Desenvolvedores (e quando os torrents cairam na rade, para o público em geral) a versão pré-beta do Windows 7. Como todo lançamento de uma nova versão do Windows, espera-se que novos artefatos gráficos e perfumarias em geral apareçam nesse novo sistema operacional.

É perceptível que do Windows XP para o Vista, muitas mudanças significativas ocorreram, aquelas que rodam em background e são transparentes para a maioria dos usuários. Após utilizar o Vista por um tempo, dificilmente alguém tem vontade de retornar para o Windows XP, dada a diferença de velocidade e desempenho em geral entre os dois sistemas operacionais irmãos. Claro que uma fase de adaptação foi necessária, e ainda existem diversos problemas de incompatibilidade, que ocorreram da mesma forma quando o Windows XP foi lançado ou quando foi liberado o Service Pack 2. Porém, pode-se dizer que o Windows Vista proporciona uma boa experiência para o usuário, desde que ele possua um hardware compatível (estamos falando de pelo menos um processador de núcleo duplo e 2Gb de memória Ram, além de HD Sata).

Esperava-se que levasse alguns anos até que o hardware disponível no mercado fosse capaz de suportar o Windows Vista, mas o que vemos hoje (na realidade brasileira) é que os custos diminuíram drasticamente, e os computadores chegaram até as classes mais baixas da população. De fato, o preço dos equipamentos caiu tanto que estamos quase num patamar onde a licença do sistema operacional custa o mesmo valor do equipamento. Em breve, deveremos ter uma relação onde você adquire o sistema operacional e recebe o computador de brinde.

A pergunta que fica é: vale a pena trocar o “recém-lançado” Windows Vista pelo novo Windows 7? O que se pode perceber por alguns screenshots é que a área de trabalho será similar a do Leopard, o sistema operacional da Apple. Menus mais simples ainda e área de trabalho múltipla (conceito que já deveria ter sido implementado no Windows Vista) estarão presentes nessa nova versão.

Levando-se em conta o custo de uma licença, a tendência é que as versões do Windows Vista tenham a natural queda de preço e que ainda leve um bom tempo até que os usuários façam a troca de sistema operacional. Justamente pelo simples fato de a Microsoft ter acertado em cheio com o Windows Vista, muitos usários manterão seus sistemas operacionais utilizando o bom e velho jargão do futebol: em time que está ganhando não se mexe.

Veja também

<>

Comentários

Topo