Volte no tempo e pague por isso.

Uma usuária de Windows dos Estados Unidos, processou a Microsoft contra abuso de poder de mercado. A pobre Emma Alvarado comprou um computador com Windows Vista e foi taxada em US$59,25 para fazer o downgrade para o Windows XP.

Para quem não sabe o que é Downgrade, significa em tradução literal o contrário de upgrade. No Upgrade, é feita uma atualização, uma melhoria, uma evolução em relação a versão anterior, seja hardware ou software. No downgrade o processo é inverso, você sai de uma versão mais atual para uma mais antiga. É óbvio que jamais alguém será trouxa de fazer um downgrade no próprio hardware:

– Tio, passa um Quad-Core aí no cartão, mas na hora de embrulhar, coloca um Celeron D tá?

Mas em software, isso é possível e compreensivel levando-se em conta o Hardware disponível. As empresas devem manter-se legalizadas e essa legalização custa muito caro. A maior parte tem o parque de máquinas ultrapassado e nem sempre conseguem atualizar software e máquinas ao mesmo tempo. Parar de trabalhar? Não. Se a máquina não roda Vista, compra-se a licença do mais atual (mais cara também) e faz-se o Downgrade pra versão anterior.

A Microsoft está sendo duplamente esperta. Obriga o cliente a comprar uma versão mais atual (que já vem embarcada em 90% dos pcs do mercado) e ainda COBRA para fornecer-lhe um produto supostamente inferior ao adquirido. Claro que nesse caso todo mundo sabe que vale a pena abrir mão do Vista pelo XP, mas essa não é a questão. O problema está na prática da Microsoft, que pelo visto sabe que o Vista é odiado e que a grande maioria dos usuários ainda prefere o Windows XP.

Como não tive acesso a nota fiscal dos 59 dólares, suponho que essa seja a taxa cobrada pela Microsoft para despacho da MÍDIA DE INSTALAÇÃO. Se a usuária está querendo a mídia de graça, me poupe. Eu desconheço essa taxa de Downgrade da Microsoft, prometo que vou pesquisar a respeito nem que tenha que ligar para a Microsoft.

Porém, a empresa poderia ser um pouco mais atenciosa com o cliente e se a taxa para envio da mídia é tão alta, que disponibilize um download do ISO do SO adquirido e envie a chave por e-mail, carta ou fax, para facilitar a vida da usuária que JÁ PAGOU por uma licença MAIS CARA de um SO PIOR.

Relacionamento com o cliente é para os fracos.

Fonte: PC World

Veja também

<>

Comentários

Topo