Verizon vira Trekker e se abre uma nova fronteira

A Verizon irá se abrir para uma nova fronteira, transportando o mercado de netbooks para um patamar de concorrência direta com os celulares. Assim como as companhias de telefonia móvel fazem com os aparelhos de celular, a Verizon irá começar a vender Netbooks subsidiados para os consumidores, atrelando a isso um contrato de dois anos com mensalidade pós-paga que varia de $40 a $60 dólares dependendo do volume trafegado.

hp1151nrOs netbooks são versões decrementadas de notebooks em todos os aspectos. Normalmente tem menos hd (alguns nem HD tem), menos memória, são ultra compactos e extremamente leves. O preço, normalmente (ao menos lá fora) é bem mais em conta. Ainda vem equipados com webcam integrada e serviços de internet móvel como modem 3G embutido.

Já os celulares seguiram o caminho oposto. Hoje em dia eles são cada vez mais capazes de desempenhar tarefas que antes só computadores faziam, estão aumentando em tamanho e tendo cada vez mais funcionalidades, além, é claro de possibilitarem ao usuário o acesso a Internet em alta velocidade. Há muito tempo os telefones móveis já são vendidos de maneira subsidiada para reduzir o seu preço e o usuário fica preso a operadora por um período de tempo, onde a desistência da assinatura acarreta multa proporcional.

O ponto nisso tudo é: celulares modernos e netbooks estão cada vez mais se confundindo uns com os outros. Em pouco tempo os usuários não saberão identificar se tem um celular-computador ou um computador-celular. Para nós, consumidores, isso aumentará muito a concorrência, o que é ótimo pois concorrência acirrada significa preços menores nos equipamentos e nos serviços. Para as empresas, principalmente as que fabricam celulares, a hora é de acordar para não serem engolidas em um futuro breve.

O exemplo usado no artigo escrito por Walter S. Mossberg para ilustrar o assunto é que um netbook HP modelo Mini 1151NR que tem preço de mercado de $520 dólares, poderá ser adquirido na Verizon por míseros $200, o que é menos da metade do preço normal. Mas o usuário pagará entre $40 e $60 para utilizar o serviço de Internet, o que é um pouco salgado mesmo para os padrões americanos. E ainda ficará dois anos “preso” com a operadora.

Hoje em dia já temos operadoras de celular que abriram mão da multa. É de se esperar que quando diversas operadoras fornecerem a modalidade de netbooks subsidiados, elas também abram mão da multa nesse tipo de serviço.

E a gente agradece.

Fonte: Ptech

Veja também

<>

Comentários

Topo