Só um minutinho.

Uma das maiores vergonhas que passei na vida foi quando, tarde da noite, fui ao supermercado e estacionei todo torto por pressa. Um senhor de idade foi estacionar e teve que fazer diversas manobras pra poder ocupar a vaga. Ele me deu aquela gelada, pois ele entrou na vaga bem na hora que eu estava saindo. Ele disse “um dia você vai ter a minha idade e vai passar por isso”. Eu que já não estacionava errado, pois respeito todas as sinalizações e vagas especiais aprendi da pior forma possível que ‘só um minutinho não faz mal’ é um pensamento pra lá de equivocado. Assistam o vídeo abaixo:

Esta vaga não é sua nem por um minuto from Bruno Siqueira (malha) on Vimeo.

Uma campanha genial, que mostra com bom humor que educação é fundamental pra vivermos em sociedade. Respeitar o espaço do outro e os direitos das pessoas é apenas um, porém importante passo para vivermos melhor e mais felizes. Parabéns aos criadores da campanha e um ovo podre no cabelo da senhora que moveu a cadeira de rodas.

Via @absurdona

Veja também

<>

Comentários

Topo