Resenha – Toy Story 3 (contém spoilers)

*** CUIDADO – PODE CONTER SPOILERS ***

Ontem finalmente assisti Toy Story 3. A animação foi muito elogiada por todos que assistiram, em qualquer formado (3D, 2D, dublado, legendado). Também a maioria das pessoas confessou ter chorado muito com o filme e isso criou uma enorme expectativa em mim.

Não posso dizer que saí insatisfeito da sala do cinema, pelo contrário. O terceiro filme da série atendeu muito bem as minhas expectativas, ri bastante e os personagens estão ainda mais impagáveis (destaque pro começo do filme com o hiperrealismo da brincadeira do Andy. Porém, acho que ficou um gostinho de quero mais. A expectativa criada foi tamanha que saí com a sensação de que faltou algo.

O final escolhido foi digno para fechar a trilogia e não dar margem para uma quarta sequência, que na minha opinião seria um exagero (o mesmo que estão fazendo em Shrek). Mas como se tratam de brinquedos, a brincadeira nunca vai acabar e não duvido que possa vir algo novo no futuro. Vale ressaltar a performance do Buzz como dançarino espanhol, simplesmente sensacional e motivo das maiores gargalhadas. Também é digno de nota a performance do Ken e a forma sutil como os produtores brincaram com a sexualidade ‘indefinida’ do boneco.

O brilhantismo de Toy Story é tanto, que me arrisco a dizer que a trilogia pode ser considerada talvez a melhor da história. Acima de LOTR, O Poderoso Chefão, De volta para o futuro, Indiana Jones, etc. Pois dentre estas, a Trilogia de Toy Story é a única que consegue fazer nossos olhos brilharem em todos os filmes. O nível foi mantido e o terceiro consegue ser ainda melhor que os outros. Difícil alguém não se apaixonar por Woody, Buzz e o resto da turma. Só senti falta da voz de Tom Hanks, já que fui obrigado a assistir dublado por falta de opções.

Não é estranho ver o filme em 6° Lugar no TOP250 do IMDB, exatamente entre gigantes como Pulp Fiction e A Lista de Schindler. Apenas Toy Story 3 e Wall-E (47°) estão entre os 50 primeiros representando as animações, o que mostra o triunfo alcançado pelo filme.

É um filme, ou melhor, uma trilogia para se ter em casa e assistir sempre, rindo das confusões e enrascadas em que essa turma de brinquedos inesquecíveis se mete. De fato, após sair da sala do cinema com o término dos créditos, senti uma pontinha de inveja do Andy pela infância e pelos amigos de brinquedo que ele teve.

Nota: 9/10
No IMDB: Toy Story 3
Vozes: Tom Hanks (Woody), Tim Allen (Buzz), Joan Cusack (Jessie), Michael Keaton (Ken)

Veja também

<>

Comentários

Topo