Resenha – The Blind Side

*** CUIDADO – Pode conter Spoilers ***

The Blind Side é um drama surpreendente. Poderia facilmente ser mais um filme de esportes onde no final o time vence e todo mundo fica feliz, mas vai muito além disso. O filme conta a história de Michael Oher, um garoto abandonado, traumatizado e que não tem onde morar. Além de enorme, o rapaz tem habilidades natas para esportes.

A história é baseada na vida de Michael, jogador que foi draftado para a NFL como primeira escolha (normalmente o calouro mais badalado é escolhido em primeiro no draft, o que normalmente significa uma carreira de sucesso e milhões de dólares na conta).

O filme é muito bonito. Chorei bastante em diversas partes, pois apesar de falar da vida de um atleta o drama não foi contextualizado apenas no lado esportivo da história e sim na vida de Michael, mostrando todo o seu sofrimento e a sorte que ele teve em encontrar uma família disposta a lhe acolher sem pedir nada em troca.

Sandra Bullock chega ao ápice de sua carreira, pois ganhou o Globo de Ouro pelo papel que fez em The Blind Side. Ela é Leigh Anne, mãe de dois filhos (uma menina mais velha e um garotinho) e que mora numa casa enorme com seu marido (dono de uma série de lojas Taco Bell).

SJ é um show a parte. O garotinho rouba a cena do filme com enorme personalidade. Lembrou muito Macaulay Culkin no primeiro Esqueceram de Mim, mas ainda melhor. O menino é genial, super engraçado. Ele acaba se tornando o melhor amigo de “Big Mike”. Se você estiver sensível, garanto que o filme vai lhe tocar profundamente.

Nota: 9/10
No IMDB: The Blind Side
Atores principais: Sandra Bullock, Quinton AaronTim McGraw, Jae Head

Veja também

<>

Comentários

Topo