Redes Sociais: ainda estamos no Paleolítico

Hoje decidi uma coisa muito importante: não entro mais em discussões no Twitter. Chega de milhares de replys, flame wars, RTs no calor do momento. No Twitter todo mundo é uma mulher de TPM (com todo respeito as mulheres e essa fase tão difícil do mês :-P). O dinamismo da ferramenta e a velocidade com que os trends trafegam por ali não te dá tempo de raciocionar. E você acaba falando demais, coisas feias, grosserias, trata mal gente que você nem conhece (em grande parte por ser mal-tratado antes).

Não só em redes sociais, na Internet como um todo, as pessoas se comportam como bárbaros. O fato é que as redes sociais são só redes que tem ainda muito pouco de social. O homem levou dezenas, talvez centenas de milhares de anos para conviver em sociedade, desenvolver uma linguagem de comunicação falada e escrita e conviver de forma pacífica. Pacífica? As guerras estão ai para provar o contrário. As redes sociais ainda estão no Paleolítico de seu desenvolvimento.

O ser humano tem idéias divergentes. Provavelmente é esse o motivo de sermos tão evoluídos. Evoluídos? Nós não seguimos o curso normal da natureza. A gente não nasce, cresce, reproduz e morre. A gente pensa, reflete, discorda, briga, rouba, mata, pede, toma, dá, leva, deixa, sente, sofre, vive. É muito sentimento para querer que haja uma harmonia completa. Se você não consegue ver harmonia numa discussão entre 2 ou 3 pessoas, como espera encontrar isso em outro lugar?

O fato é que, voltando ao tema central do post,é difícil interpretar a interatividade dentro do Twitter. Se você não responde um reply agressivo, você é frouxo, está fugindo, não tem argumentos. Ninguém se importa se você sequer está on-line ou não. Se você de fato recebeu o reply ou não. Pessoas com muito seguidores, 5000, 10000, recebem dezenas de replys a cada Tweet. Simplesmente não dá pra responder todo mundo, inclusive pelo fato de que muitas vezes nem sequer olhando o Twitter a pessoa está. E o reply se perde na avalanche de respostas.

As discussões via Twitter cansam. Você argumenta, recebe respostas, tem que filtrar e respondê-las, tudo isso dependendo da infraestrutura do serviço e da sua própria infraestrutura. Uma simples discussão entre 2 ou mais pessoas pode arrastar-se por horas e não se chega a conclusão nenhuma. É o PC que trava, é a conexão que cai, é o Twitter que fica baleiando… É muito difícil argumentar em 140 caracteres. Isso é um fator extremamente limitador e desgastante. Se para umas coisas o Twitter é fantástico, para debates e mesas redondas é ineficaz e improdutivo. O ideal é se uma discussão for se alongar, marcar um barzinho, um podcast ou mesmo trocar MSN/GTalk com os interessados.

Mas não se assustem: minhas piadinhas continuarão por lá ;-)

Veja também

<>

Comentários

Topo