Reaproveitando os seus disquetes

Com criatividade e um pouco de lixo tecnológico podem se fazer obras de arte ou então com um pouco de ginga, malemolência e um futebol alegre pode-se ganhar dinheiro. É só colocar a cabeça pra pensar.

A maior feira de artes do Nordeste chama-se Feneart e reúne tudo o que você imaginar em termos de artesanato, artes e negócios envolvendo artesanato.

Meu amigo Paulo Xaxá (o nome dele é esse mesmo, sem trocadilhos ou piadinhas sobre ‘Qual é o sabor desse Xaxá’, ‘Eu já comi Xaxá’, etc.) passeando por lá tirou essas fotos muito legais. Olha o que o cara inventou:

imagem0005

imagem0006

imagem0007

Um porta-trecos feito com disquetes de 31/2 polegadas e um bloquinho onde a capinha é um disquete. Criativo, original, fácil e lucrativo. O que ia pro lixo é reaproveitado. Super simples de fazer, ótimo para quem está procurando levantar uns trocados. Fica a dica.

Veja também

<>

Comentários

Topo