Quando a esmola é muita, o santo desconfia

Num mundo conectado como o atual, uma das principais ferramentas de comunicação é o e-mail. As cartas em papel praticamente foram extintas, faxes só são usados em situações especiais e muitas vezes até o telefone é esquecido (em parte por conta do preço das ligações DDD e DDI) por conta do e-mail.

Porém, com isso vieram uma série de problemas associados a utilização dessa tecnologia. Um dos mais graves é o SPAM. O SPAM nada mais é do que divulgação em massa de milhares de endereços de e-mail, que passam a ser de domínio público e tornam-se vítimas de propagandas e gente mal-intencionada. Se você não divulga o seu endereço de casa ou celular para todo mundo, por que o seu e-mail não pode funcionar da mesma forma?

Mal criamos uma conta de e-mail, e ela poucos dias após é invadida por dezenas de mensagens indesejadas, que nos tomam tempo para limpar e excluí-las da nossa caixa de entrada.

Outro problema grave é o das propagandas enganosas que chegam através do e-mail e do MSN. Promessas de viagens, ganhar um laptop grátis, receber um celular em casa, assistir ao BBB9 gratuitamente, tudo isso é utilizado como método para enganar e atacar os usuários. Esse método é chamado de Scam.

Bancos, governo, empresas em geral nunca enviam e-mails solicitando que você atualize ou faça o download de algum arquivo para atualizar o seu sistema. Jamais clique em links do Serasa, SPC, prometendo limpar seu nome caso você “baixe” o formulário de inscrição.

Outra novidade que está circulando com força novamente é a propaganda sugerindo acesso grátis ao BBB (Big Brother Brasil) bem como sites com conteúdo pornográfico ou de relacionamento.

Jamais clique em links vindos do MSN, mesmo que seja através de amigos, sem antes consultá-los sobre se foram eles mesmos que mandaram. A chance de ser um vírus é muito alta.

Por isso mantenha sempre o seu anti-vírus atualizado e funcionando e proteja-se de ameaças do mundo digital.

Veja também

<>

Comentários

Topo