Os Super-Heróis que você só vê no Brasil

O Brasil já tem até um X-Men. Mas até mesmo os mutantes mais fodões não são nada perto dos super-heróis exclusivamente brasileiros. Só eles são capazes de aprontar as maiores confusões:

– Super-Pop: o Super-Herói burro; (@martorelli)

– Super-iG: o Super-Herói que nunca conecta!

– Super-Natural: o Super-Herói do outro mundo!

– Super-Trunfo: o Super-Herói dos anos 80!

– Super-Fantástico: o Super-Herói que ‘só trabalha aos domingos;

– Supermercado: o Super-Herói vidente;

– Superlativo: o maior Super-Herói de todos os tempos; (@danilosaraujo)

– Super-Ego: o Super-Herói blogueiro;

– Superficial: o Super-Herói leviano; (@iSenna)

– Super-Cílio: o Super-Hherói fashion; (@KibaBaka)

– Super-Bonder: o Super-Herói que não desgruda nunca; (@miguelnemeu)

– Superior: o Super-Herói nerd;

– Superávit: o Super-Herói que pode ir pro #SWU;

– Superação: o Super-Herói deficiente; (@Guiida_)

– Superstição: o Super-Herói afrodescendente; (@vinnycordeiro)

– Super-Faturado: o Super-Herói político;

– Superdotado: o Super-Herói dos filmes pornô; (@Bodegueiros)

– Supervisão: o Super-Herói que enxerga tudo;

– Superado: o Super-Herói ultrapassado; (@omlopes)

– Supérfluo: o Super-Herói desnecessário.

Veja também

<>

Comentários

Topo