O que o cinema nos ensina sobre computadores #2

– Campos de digitação nunca tem um cursor, mas sempre dizem “Digite a senha:”;

– A barra de espaço nunca é usada em frases longas;

– Todos os monitores mostram letras gigantes;

– Todos os supercomputadores, como os da NASA ou da CIA possuem uma interface gráfica extremamente amigável para usuários;

– Basta digitar “Acessar todos os arquivos secretos” em qualquer teclado e você tem acesso a tudo o que não devia;

– Você pode infectar um supercomputador apenas digitando “Enviar vírus” ou apertando um botão similar;

– Vírus fazem a temperatura dos computadores subir, assim como em humanos e logo depois começa a sair uma fumaça branca de dentro dele;

– Todos os computadores do mundo estão interconectados. Você pode acessar as informações do vilão mesmo que o pc dele esteja desligado;

– Supercomputadores sempre apitam quando qualquer tecla é pressionada ou quando muda uma tela. Alguns fazem a imagem aparecer devagar na tela pra que se possa ler tudo mais facilmente. Alguns até fazem um barulho quando os caracteres vão saindo na tela;

– Ninguém desliga o computador do jeito certo nem trava o login;

– Um hacker invade qualquer computador e adivinha a senha do root em no máximo duas tentativas;

– Qualquer permissão negada tem uma regra escondida que dá a permissão;

– Cálculos complexos e carregamento de enormes massas de dados são completadas em segundos. Nos filmes, modems transmitem dados a 1terabyte por segundo;

– Se você mostrar um arquivo na tela e alguém apagá-lo, ele também some da tela automaticamente. Não há como restaurar um backup nem existe um utilitário de recuperação;

– Quando um disco está encriptado você automaticamente recebe um pedido de senha quando tenta acessar;

– Não importa que tipo de disco está sendo usado, ele pode ser lido em qualquer computador e sistema no mundo;

– Quando mais tecnológico o equipamento, mais botões ele tem, e mais treinado deve ser o operador, pois nenhum botão tem nada escrito em cima;

– Qualquer computador, por menor e mais pobrinho que seja, tem capacidades gráficas tridimensionais e de realidade virtual assustadoras;

– Laptops, por alguma razão parecem ter conexões wireless ultra-rápidas mesmo no meio do deserto;

– Computadores nunca travam durante atividades chave e de alto stress. Usuários nunca cometem erros de digitação mesmo que tenham armas de grosso calibre apontadas para sua cabeça;

– Programas são extremamente amigáveis e nunca tem bugs que atrapalham usuários;

– A maioria dos laptops são poderosos o suficiente pra detonar os sistemas de comunicação de qualquer civilização alienígena invasora.

Veja também

<>

Comentários

Topo