mIRC era caveira, Twitter é moleque!

Tempos atrás eu disse que o Twitter era uma versão estática do mIRC. Depois da chegada de algumas aplicações para utilizar o microblog, o passarinho acabou virando mesmo uma versão moderninha do antigo chat. Mas ainda encontra-se longe de chegar aos pés do programinha onde todo mundo deu o seu primeiro chaveco on-line, pegou o primeiro trojan, e teve o primeiro nickname modafoca.

Eis aqui cinco motivos que mostram que o mIRC era caveira e que o Twitter ainda é moleque:

1) Merecimento da @: pra começar no mirc você tinha que merecer a @. No Twitter bastou se cadastrar e você tem uma arrobinha na frente, ou seja, a anarquia é total. No mIRC uma @ sigificava muito mais. Significava o que todo mundo deseja: PODER. Suspeito que o Sarney era meio viciado no mIRC…

2) A “timeline” (canal) atualizava automaticamente. Hoje já temos algo parecido no Twitter, mas parecido não é a mesma coisa. Há limite de atualizações da API e isso é um saco.

3) No mIRC você podia trocar arquivos na boa. O velho DCC SEND foi o primeiro quebra-galho na busca por músicas, fotos educativas e jogos;

4) Você era conhecido pelo nick. O seu nickname era praticamente o seu DNA on-line, você se apresentava na rua como DarthVader, como CerealKiller, como FreddyThaKillah mas nunca com o seu nome próprio. Na época isso era muito mais divertido.

5) Os IRContros eram constantes. Toda hora era hora, todo dia era dia. IRContros eram uma constante, e iam desde luais até cinema. A galera trocava filmes, jogos, batia papo sobre assuntos diversos, alguns mais sortudos até conseguiam get some! Era uma coisa até lúdica. O Twitter ainda engatinha nesse aspecto, todo mundo se twitta, retwitta, mas ainda são poucos os twicontros.

E você, por qual motivo você acha que o mIRC era caveira e o Twitter ainda é moleque?

Gostou? Me siga! (No Twitter, não no mIRC) \o/

Veja também

<>

Comentários

Topo