Me segue que eu te sigo! (E depois dou unfollow)

Eis a nova onda do Twitter. Antes, apenas usando script a moda era “follow me que eu dou follow back em você”. Ou seja, me segue que eu te sigo. Assim, quanto mais panacas entrassem nessa corrente pra frente, mais seguidores um profile teria. Por isso a gente vê tantos usuários com 30k followers seguindo de volta 30k pessoas. Uma pena, pois esse(a) energumeno(a) mal deve saber ler e jamais conseguirá ler tweets de 30.000 pessoas. É puro ego “quero ter muitos seguidores”.

Agora uma nova corrente é a dos que pra parecerem importantes fazem o followback e depois saem dando unfollow em todo mundo. Aí depois de um tempo um paspalho como o @lk4s está com 20.000 seguidores e só segue 22 pessoas. Observem os tweets dessa criatura e entendam o que eu estou dizendo. Você sabe quando um profile é interessante, pois você recebe conteúdo deles querendo ou não, através de seguidores seus ou de quem você segue, via RT ou não. Por isso esses sopradores de bexiga nunca aparecem em sua timeline e você se surpreende de ver um paramércio como esse com 20k seguidores.

Não é questão de relevância, de estragar a ferramenta, disso ou daquilo, esse papo já tá qualquer coisa. E eu já tô pra lá de Marrakech. É só pra lamentar profundamente o fato de perceber como tem gente patética nesse mundo. Gente cujos objetivos são menores que o pinto de um plâncton. Não há expectativas reais, planos, projetos, tudo o que se quer é uma atenção ridícula que some quando a fail whale aparece. E seria bom que ela viesse pra ficar e nunca mais fosse embora.

Veja também

<>

Comentários

Topo