Lucas Celebridade: de Luzilândia para o mundo.

Hoje, um movimento chamado #trollagemdobem teve início com o objetivo de fazer uma boa ação para uma pessoa que mora no interior do Piauí, numa daquelas cidadezinhas paradas no tempo, esquecidas pelos governos e quase inexistentes no mapa nacional.

Trata-se de Luzilândia, uma cidade que 99% das pessoas só conhecem pois ela foi levada ao mundo por Lucas Brito, mais conhecido como Lucas Celebridade. De uma forma humilde, ele mostrava seu dia-a-dia e como é a vida na pequena cidade, onde vive com muita alegria independente das dificuldades. Ele é um cara que não se leva a sério e sabe como ninguém rir de si mesmo e da sua condição precária.

Com o objetivo de ficar famoso, Lucas quis os holofotes. De certa forma, atingiu seu objetivo, mesmo que seus ensaios “sensuais” e artigos no seu blog não tenham todo o glamour desejado, sofra críticas e tenha sua “tosquice” execrada por muitos, que o chamam de Maluco. Maluco? Talvez, mas um maluco beleza. Que só quer que sua vida e essa pequena cidade seja vista pelo Brasil e talvez, quem sabe, pelo mundo.

O movimento chamado #trollagemdobem foi idealizado por @morroida, @gravz, @bobagento e @izzynobre, quatro figuras conhecidas pelos seus blogs e pelas suas brincadeiras e acidez na Internet. O objetivo era nobre: colocar Lucas Brito ainda mais na mídia e tentar convencer pessoas e empresas a ajudá-lo a conseguir uma moradia melhor. A casa abaixo é onde ele mora, em frente a pequena rodoviária de Luzilândia:

Ele divide o quarto com diversas pessoas (3 dormem na mesma cama) e ele dorme diariamente em sua rede, onde sonha conquistar o mundo e sensualizar nos quatro cantos do planeta. Não podemos garantir que ele ficará mais e mais famoso, mas ajudar o Lucas a ter uma moradia melhor pode e será feito. Iniciando um movimento sem precedentes no Twitter, uma Vakinha foi feita com o objetivo de arrecadar R$5.000,00 para realizar uma pequena reforma na casa dele, deixando ele (arrimo de família) e seus parentes em melhores condições. A GENTE SABE que ajudar só um não vai mudar o país, não é isso que queremos. Também sabemos que há gente em situação até bem pior que a dele. Mas nós estamos tentando trazer um pouco de alegria e melhores condições para uma pessoa humilde e que não tem vergonha de suas origens.

O movimento tornou-se gigantesco no Twitter. As pessoas começaram a doar incansavelmente e agora, com poucas horas de campanha mais de R$4.000,00 foram arrecadados em prol dessa causa. A campanha foi um sucesso absoluto com adesão em massa de muitos blogueiros (Cid do Não Salvo, Nick Ellis do Digital Drops, Thiago do Ela Tá De Xico) e de figuras conhecidas da Internet no Brasil como Bia Granja e Rosana Hermann.

Esse post é além de um agradecimento aos que colaboraram, uma explicação sobre como está sendo pretendida a doação do dinheiro ao Lucas. Entrei em contato com o Lucas e pedi a ele que fotografasse a casa e listasse os principais problemas estruturais e reformas que são mais urgentes. Além disso, pedi que apresentasse orçamentos para os reparos necessários nesses problemas. Com isso em mãos, o próximo passo é fazer os depósitos nas contas das empresas onde serão comprados os materiais e dos profissionais envolvidos na reforma. Desse jeito fica tudo mais transparente e evitamos quaisquer alegações sobre o que será feito com o dinheiro. Lucas também terá a responsabilidade de prestar contas com as notas fiscais dos serviços realizados.

Com o final da reforma, se sobrar dinheiro devemos analisar o que fazer. Ceder a importância ao próprio Lucas, para ele fazer o que quiser (afinal a campanha de doação foi direcionada a ele) ou direcionar o dinheiro para outra ou outras instituições, pois o montante idealizado foi de R$5.000,00 mas já temos 80% desse valor e mais do que o valor idealizado em doações pendentes.

Tirem suas dúvidas, perguntem, façam sugestões nos comentários e vamos transformar o que já é uma das maiores, senão a maior mobilização dos brasileiros no Twitter em uma bela história de superação, ajuda e amor ao próximo. Daquelas que teremos orgulho de contar para nossos filhos e netos.

Veja também

<>

Comentários

Topo