iSnort – O que um idiota com know-how pode fazer

O post anterior questionou o critério da APP Store para aprovar ou desaprovar a inclusão de um programa ou jogo na loja. Mas no caso do iSnort, o não foi mais do que merecido.

É óbvio que só um software inútil como esse, não ia influenciar de forma decisiva a opção de uma criança, adolescente ou até mesmo um adulto para começar a utilizar cocaína. É o mesmo que dizer que jogos tornam crianças violentas ou filmes transformam rapazes de classe média em assassinos.

Mas chega a ser ridículo, pra não dizer tosco alguém dispensar tempo para desenvolver um aplicativo que simula uma carreira de pó para o usuário cheirar de mentirinha.

Nem vou dizer o que eu acho do(s) imbecil(s) que desenvolveu(ram), mas se alguém baixa um programa como esse e se diverte com o mesmo, das duas uma: ou é um puta de um enrustido doido pra brincar com a farinha ou já o faz regularmente.

Eu sou totalmente contra o uso de qualquer tipo de droga (menos Fanta Uva, que eu adoro). E sou mais contra ainda um software babaca como esse, que não faz nada além de banalizar algo que é destrutivo e de certa forma acaba apoiando uma prática que alimenta o crime e a corrupção do caráter de pessoas influenciáveis.

Veja também

<>

Comentários

Topo