Impressoras Jato de Tinta = Camelos?

O que parecia ser surreal tempos atrás, hoje praticamente se torna uma realidade. Assim como já temos quase uma relação de 1/1 com as licenças de Windows x Preço da máquina, com as impressoras à Jato de Tinta não é muito diferente.

Caras e lentas nos primórdios, além de terem péssima resolução, atualmente, se esses equipamentos não superam as Lasers em termos de qualidade de impressão e velocidade ao menos se aproximam bem mais do que há alguns anos atrás. O preço também baixou consideravelmente e a quantidade de opções beira o caos. Porém, na relação 1/1 citada, chegamos a um ponto onde o preço do cartucho é quase que equivalente ao preço da impressora.

Quando pegamos uma impressora doméstica, até mesmo multi-funcional, se observamos com atenção veremos que o par de cartuchos (caso a impressora utilize um preto e um colorido) custa pelo menos R$100,00 dependendo do modelo. E hoje conseguimos encontrar a impressora por algo em torno de até R$120,00.

Chega a ser absurdo o exorbitante preço cobrado pelos cartuchos de impressão à Jato de Tinta, levando-se em conta que a maioria vem com a ínfima quantidade de 5 a 10ml de tinta. Há cálculos disponíveis na Internet, como esse aqui*, que demonstra o quão absurdo é o custo para o usuário da tinta da impressora.

Nosso dilema gira em torno de imprimir nossos textos e fotos ou tomar champagne francês. É realmente um disparate. O conselho que damos é que caso você imprima grandes quantidades de texto e pouco/nenhum material colorido, opte por uma pequena impressora a Laser, que já chegam a custar entre R$400,00 e R$500,00 reais e possuem tonner com capacidade para imprimir 10x mais páginas do que o cartucho microscópico da jato de tinta. E por mais caro que seja o tonner, a relação entre o custo do tonner x quantidade de páginas impressas ainda sai bem mais em conta.

Porém, se você tiver muita necessidade de impressão de artigos em cores, ou fotos, já há uma solução extremamente viável no mercado nacional para economizar com impressoras jato de tinta. O recurso chama-se Bulk Ink™ e adaptado a sua impressora fará com que seu custo caia drasticamente.

A adaptação basicamente fornece uma estrutura de armazenamento de tinta separada por cores. As impressores de tinta utilizam o padrão CMYK para cores, possuindo apenas as 4 cores existentes nesse padrão, que são Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e o Preto (K, que na verdade utiliza a letra K por ser a “Key Color”). As fabricantes de impressoras, espertamente, fornecem cartuchos coloridos onde (até um tempo atrás) não dava pra recarregar apenas a cor que acabasse. Sendo assim, quantas vezes o seu cartucho colorido acabou apenas uma das cores e você teve que trocá-lo sabendo que ainda havia bastante tinta das outras cores?

Hoje diversas lojas são especializadas em recarga dos cartuchos, porém essa prática não é bem recomendada por acelerar o processo de deterioração das impressoras. Os cartuchos são desenvolvidos de tal forma que sejam o mais descartáveis possível para forçar a compra de um novo.

O kit acima consegue armazenar uma quantidade muito maior de tinta, permite que o usuário visualize em que nível encontra-se uma tinta específica e encher muito mais facilmente o reservatório específico que secou. Além disso, as lojas especializadas em BulkInk vendem reservatórios com 100ml, 200ml (um monte de tinta!) por preços bem acessíveis, entre R$20,00 e R$50,00 dependendo da qualidade.

O Kit BulkInk é encontrado nas cidades por preços que variam de R$200,00 a R$500,00 e pode ser um investimento que não vale a pena, como citamos anteriormente, caso o usuário imprima pouco ou nada em cores. Mas se sua demanda é grande o custo benefício é muito bom.

Por demanda grande você pode considerar a utilização de 1 cartucho por mês. Em uma impressora onde o cartucho colorido ou o preto custe R$50,00, em torno de 6 a 8 meses você já irá ter recuperado o investimento no Kit de adaptação. Não é um prazo tão pequeno levando-se em conta que a vida útil das impressoras atuais é bem curta e a maior parte dos usuários troca-as com mais ou menos 1 ano de uso. Porém ainda é uma economia grande principalmente se você tiver uma pequena empresa.

* o BQEG não se responsabiliza pelo conteúdo de links externos. Os links são verificados antes, mas disponibilizados apenas em caráter informativo aos usuários.

Veja também

<>

Comentários

Topo