Imagem & Ação: um jogo para muitas gerações

Em tempos de jogos eletrônicos e tecnologia sendo usada até mesmo pelos nossos avôs e avós, encontrar crianças curtindo um jogo de tabuleiro é a coisa mais rara do mundo. Na minha época os jogos de tabuleiro ainda dominavam as brincadeiras e timidamente o Atari ia tomando o espaço deles. Firo, Dama, Xadrez, Ludo, Jogo da Vida, Gamão, Lig4 e muitos outros.

Já para um público mais crescido, diversos jogos que exigem bastante inteligência e proporcionam diversão sem fim estão disponíveis no mercado. Perfil, Academia, Interpol, Master, Tabu, War, ScrabbleBanco Imobiliário, Super Trunfo, Resta 1… Mas o campeão definitivamente é Imagem & Ação. Esse jogo consegue resistir ao tempo, grande parte por mérito da Grow que atualiza as cartas e cria novas dinâmicas para o jogo. O objetivo todo mundo conhece, desenhar da melhor e mais rápida forma o conteúdo da palavra escolhida na carta de acordo com o que sair no tabuleiro, fazendo com que o parceiro ou time acerte.

170421_41

Mas por que o jogo resiste mesmo em tempos de Isketchi e jogos eletrônicos? Primeiro lugar pela interação que permite entre as pessoas. Normalmente jogamos com família e amigos muito próximos. Mas esses 10 motivos aqui podem explicar porque Imagem & Ação é um jogo atemporal. Com certeza essas dez situações acontecem em TODA E QUALQUER partida:

– Todo jogo de imagem e ação tem que ter gritaria. Na verdade, a gritaria é o melhor termômetro para mostrar a quantas anda o jogo. Quanto melhor e mais disputado estiver, mais decibéis incomodando os vizinhos;
– Alguém tem que roubar uma vez ou outra pra temperar o jogo. Pode escrever, sempre haverá um pilantra Sarneyzando no jogo e que estará criando diversas formas de levar vantagem em algumas rodadas;
– Sempre haverá um chorão que pede pra trocar a palavra difícil no todos jogam. Aliás, o próprio jogo tem uma categoria chamada DIFÍCIL. Is so hard to understand that? Difícil é difícil, porra. Contrário de fácil. Imagem & Ação não é um jogo fácil, mas é bastante justo. Difícil é difícil pra todo mundo.
– Salgadinhos da Elma Chips acompanhando. Partida de Imagem & Ação que se preze, tem que ter Fandangos, Doritos e muita coca-cola. É cientificamente comprovado que esse é o combustível ideal para a maratona;
– Nunca se joga apenas uma partida. Sempre terá um dos times perdedores que pedirá pra jogar outra, e outra, e outra partida até que consiga ganhar uma, o que geralmente não acontece. Mas quem se importa? Quanto mais Imagem & Ação melhor;
– Palpites bizarros. A palavra é ovo. Tudo bem se alguém soltar um Omelete, Americano, etc. Mas sempre alguém acaba mandando um ‘Sushi’ no meio da gritaria e todos param, ficam em silêncio com cara de WTF?
– Acertos cagada master. Sempre, sempre haverá um acerto cagada master. Você irá desenhar um boneco palito com um projeto de turbante na cabeça e alguém irá dizer ‘Lawrence da Arábia’. #fato
– Acertar com o desenho do adversário. Essa é na verdade uma dica clássica para os cafés-com-leite no jogo. SEMPRE, SEMPRE dê uma xeretada no desenho do inimigo, ainda mais se o seu parceiro desenhar mal. É uma mão na roda no meio da confusão de palpites. SEMPRE espie o desenho do inimigo;
– Mudo. Sempre tem um jogador que fica mudo o jogo inteiro, mas se mesmo assim a equipe dele ganhar será o primeiro a sair gritando ‘Eu sou foda!’;
– Ninguém lembra de virar ou ver que a ampulheta acabou. A ampulheta, que é quem controla o tempo da rodada é simplesmente negligenciada. Eu já vi casos em que ficou-se desenhando por mais de 10 minutos e ninguém acertou. Só daí perceberam que a ampulheta tinha esgotado minutos atrás.

Putz, que vontade deu de jogar agora!

Veja também

<>

Comentários

Topo