Faroeste Caboclo: uma música feita pro Super Mario

Faroeste Cabloco é talvez a música mais emblemática da Legião Urbana. Com quase 10 minutos não repete uma frase sequer e conta a história de João do Santo Cristo em suas aventuras pela capital do Brasil. Quer dizer, isso é o que você pensava até hoje. Na verdade a música fala de Mario, um encanador com uma vida mais problemática do que você imagina. Mentalize a letra e substitua João do Santo Cristo por Mario, Maria Lucia por Princess Peach, Pablo por Luigi e Jeremias pelo Bowser:

1) “Não tinha medo o tal João do Santo Cristo…”: ora, todo mundo sabe que o Mario é destemido e não tem medo de nada. Quantos encanadores com essa coragem você conhece?

2) “Ia pra igreja só pra roubar o dinheiro que as velhinhas colocavam na caixinha do altar…”: essa é até fácil demais, de onde você acha que vem todas aquelas moedas?

3) “Um peruano que vivia na Bolívia, e muitas coisas trazia de lá…”: esse é o papel do Luigi na trama, afinal algum traficante tem que fornecer todos aqueles cogumelos;

4) “Mas acontece que um tal de Jeremias, traficante de renome apareceu por lá…”: aqui vemos o Bowser, que fazia tráfico de animais selvagens (principalmente tartarugas) e roubou a Princess Peach (Maria Lucia);

5) “Mas antes de sair com ódio no olhar o velho disse: você perdeu sua vida meu irmão…”: essa frase explica porque é tão fácil ganhar vidas em Mario. Qualquer velhote com dinheiro na mão pode matá-lo;

Em breve explicações videogamísticas para outras músicas.

Veja também

<>

Comentários

Topo