Faltou energia? A culpa é do SPAM

Agora você já tem um bom motivo pra dar aquele esporro em quem repassa e-mails pedindo ajuda para o menino Brian (que a essa altura já deve ser pai de dois filhos) ou quem te chama pra ganhar um celular da Ericsson de graça da America On-Line.

Segundo um estudo realizado pela McAfee, 33 bilhões de Kw/h são consumidos por ano apenas por conta do SPAM. Essa energia alimentaria 2,4 milhões de casas no período de 365 dias. Todo esse lixo é responsável pela produção de gases que equivalem as emissões de 3,1 milhões de veículos (que não devem ser Fuscas 78). A estimativa é de que 62 trilhões de e-mails indesejados tenham sido propagados em 2008. Isso é SPAM pra cacete. Para se ter uma idéia, equivale a 10.000 e-mails por habitante na terra, ou quase 40 e-mails por dia para cada pessoa que habita o planeta.

spam3O estudo afirma ainda que de toda essa energia desperdiçada, mais da metade é utilizada pelos usuários perdendo tempo filtrando os e-mails úteis em meio a essa montanha de lixo. Eu já acho que esse tempo é utilizado pelos usuários abrindo os SPAMS, pegando vírus e demandando horas de suporte.

Segundo a empresa, os filtros de SPAM economizam o equivalente a 135 bilhões de Kw/h de energia por ano, o que eqiuvale a remover 13 milhões de carros das ruas pelo mesmo período. Vindo de quem vende esse tipo de sistema soa meio conveniente.

Inclusive, gostaria de saber a fórmula de cálculo utilizada, pois se tem uma coisa que é difícil de calcular é o custo efetivo de um determinado serviço de TI. Quanto custa para uma empresa cada e-mail enviado? Como diluir energia elétrica, estrutura predial e outros adequadamente?

Bem, de qualquer forma esse estudo dá um bom parâmetro do estágio em que se encontra uma das sete pragas digitais do Egito. Nesse link está o artigo original em inglês.

Fonte: G1

Veja também

<>

Comentários

Topo