Conheça Richard Gale, o bully que atacou Casey Heynes

A Justiça define que o ônus da prova é de quem acusa. Ela também define que qualquer um é inocente até que se prove o contrário. Eu não sou advogado e posso ter escrito uma bobagem homérica na linha anterior. Mas se esse direito é garantido até mesmo para assassinos, ladrões, estupradores e todo tipo de bandido, por que não garanti-lo também a Richard Gale, o menino de 12 anos que cometeu bullying em Casey Heynes? Vou dar a ele pelo menos o direito de defesa. O vídeo mostra exatamente o oposto do que ele fala. O vídeo mostra ELE agredindo Casey gratuitamente, socando-o no rosto e no estômago. Vejam o vídeo e tirem suas próprias conclusões:

O fato é que é muito triste discutir isso: quem é o culpado. Bullying não é uma coisa nova, que virou moda com a expensão da Internet. MUITOS garotos e garotas são massacrados por colegas todos os dias, num mundo que incentiva a concorrência feroz entre as pessoas mesmo quando crianças. Ninguém quer parecer um perdedor perante a sociedade e mesmo crianças usarão dos mais cruéis artifícios para conseguir sucesso.

O vídeo mostra Richard agredindo Casey, com diversos colegas rindo e tripudiando de Heynes. O que aconteceu antes é história e talvez nunca saibamos a verdade. Independente de quem tem razão (apesar de me encontrar do lado de Casey nessa história toda), dois garotos de 12 e 16 anos deveriam estar preocupados em se divertir, paquerar meninas e praticar esportes, além de estudar. E não ser o centro de uma discussão mundial sobre quem agrediu quem, quem revidou e quem praticava bullying.

O que me faz ter a certeza de que o mundo é hoje um lugar inóspito pra crianças. E dá um pouco de medo. Até o momento o vídeo de Richard tem 156 likes e 1297 unlikes, mostrando que o mundo está ao lado de Casey nessa situação toda. É quase impossível não sentir pena de Richard, mesmo que o vídeo esteja contra ele. Afinal, ele aidna é só um menino de 12 anos.

Via

Veja também

<>

Comentários

Topo