Como provar matematicamente que almas gêmeas existem

Acreditar ou não em almas gêmeas é algo que pode variar muito de pessoa pra pessoa. Tanto o não acreditar quanto o acreditar são justificados das mais diversas formas. Pode-se usar tanto uma explicação mística, pra quem acredita em alma, espírito, etc. quanto uma explicação racional relativa apenas ao fato de que almas gêmeas nada mais são do que pessoas extremamente parecidas com relação a psique e aos gostos pessoais.

É normal as pessoas crerem que quando dois indivíduos são unha e carne num relacionamento (inclusive nos de amizade) são “almas gêmeas”. Vamos partir do princípio que as pessoas já enxergam nas outras uma potencial alma gêmea apenas por uma afinidade qualquer. Se ambos são amantes da fotografia por exemplo, isso gera uma atração inicial envolvendo paixão que faz a pessoa pensar quase que instantaneamente “putz, fulano é minha alma gêmea”. Daí até os dois dizerem que adoram o número 4 do McDonalds é um pulo e pronto, encontram-se duas almas irmãs.

Vamos considerar então Fotografia como um hobby desejável para encontrar na alma gêmea. Sendo a Fotografia o Hobby “F”, é aceitável dizer que de cada 10 pessoas, 1 gosta de F. Então a razão de potenciais almas gêmeas pra quem gosta do Hobby F é de 1/10. Mas sejamos mais exigentes, vamos dizer que pra ser alma gêmea a pessoa também tenha que preferir o número 4 do McDonalds (Cheddar, nham!) como sanduíche favorito. E digamos que de cada 10 pessoas apenas 1 prefira o referido sanduba (mesmo sabendo que seriam no mínimo 5). A razão para potenciais almas gêmeas cai para 1/100. Para o indivíduo X (seja homem ou mulher), as características aceitáveis para a alma gêmea são no momento F4 (F, fotografia, 4, sanduíche mais gostoso). Vamos ser um pouco mais rigorosos. A pessoa X em questão também curte Purê de Jiló. Digamos que para a característica “J”, tenhamos 1 em cada 100 pessoas curtindo essa comida bizarra. A razão que define a alma gêmea do indivíduo X cai para 1/10000 (1/10 * 1/10 * 1/100). Três características idênticas são um quociente bem considerável na amostragem, portanto, podemos inferir que para o indivíduo X considerar um indivíduo Y como alma gêmea a proporção é de 1/10000, ou um indivíduo F4J.

Vamos desconsiderar os fatores idade, classe social, sexo, raça, credo e demais convenções sociais, porque convenhamos, alma gêmea é alma gêmea e não enxerga esse tipo de diferença. Levando se em conta que a quantidade de pessoas no mundo definida por “P” é de 6.000.000.000, se fizermos uma regra de três simples chegaremos a bagatela de 600.000 potenciais almas gêmeas espalhadas pelo mundo. Se formos rigorosos ao ponto de limitar geograficamente, por idade, por sexo, e por diversos outros fatores ainda chegaremos a um número bem razoável.

Portanto, conforme a Matemática lhe demonstrou, acredite no amor. Ele pode estar na próxima esquina, no próximo quarteirão ou mesmo no supermercado mais perto da sua casa, comprando Jiló.

Veja também

<>

Comentários

Topo