Diversos

Bolos do Pedobear

Pedobear está para a criançada como Dudu, amigo do Popeye, está para hamburguer, se é que vocês me entendem. Mas todo mundo leva o Pedobear na brincadeira e acaba fazendo de tudo, desde fantasias até bolos de aniversário, que por sinal normalmente são muito engraçados. Essa é a vantagem de saber rir das coisas e ter senso de humor, principalmente humor negro. Nem tudo deve ser levado a sério, deixando o mundo um lugar chato e sem graça:

Fonte

Entenda como funcionam as eleições no Brasil

Muita gente acha que votar em candidatos desqualificados em detrimento dos ‘cachorrões’ é uma forma de protesto. Na verdade isso ajuda ainda mais. Muitos nomes conhecidos filiam-se a partidos nanicos para conseguir base de apoio levando outros nomes por tabela. É o chamado voto proporcional. Quando um eleitor não vota no candidato específico, mas sim na legenda do partido.

É por isso que votando em Tiririca para Deputado Federal não vai funcionar como um protesto, mas sim como uma grande palhaçada. Hoje o palhaço Tiririca está em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de votos para as eleições em São Paulo. O problema é que além de obviamente ele não ser um candidato qualificado como o mesmo admite com o bordão que já virou piada ‘Vote Tiririca, pior que tá não fica’ ele levará consigo um monte de gente que já andou fazendo muita besteira na política. O que prova que pode sim, piorar. Veja o vídeo abaixo e entenda de uma vez por todas o sistema eleitoral brasileiro:

Fonte

A maior barra de chocolate do mundo!

Vamos lá, mais uma gordice do dia aqui no BQEG, uma delícia culinária de primeira!

Enquanto estamos aqui jogando, discutindo sobre o Tiririca, falando nada com nada no tuíter, as pessoas na Armênia (pros paulistanos: não é exatamente essa que vocês estão pensando, aí é a colônia) estão fazendo chocolate em GRANDE escala.

WOW

Com 25 centímetros de espessura e 5m x 2.7m essa barrinha pesa apenas cerca de QUATRO TONELADAS E MEIA. Tudo isso só por conta do 10º aniversário da fábrica de chocolate… Queria eu estar lá por aquelas bandas, nessa hora.

Como ser um JEDI arrumando sua mala

O principal problema de viajar é arrumar a mala. A gente SEMPRE esquece alguma coisa mesmo fazendo um check-list enorme. Quando a viagem é longa piora, nunca sabemos quanta roupa levar ou o que levar. Bom, pelo menos COMO ARRUMAR SUA MALA você já vai saber vendo o vídeo desse sujeito. O cara desafiou as leis da física:

10 programas que usei pra compartilhar arquivos

Compartilhar arquivos é uma das principais vantagens da Internet, logo depois de pornografia e conhecimento. Ter tudo à disposição com 1 ou 2 cliques de distância realmente é um troço mágico. Lá se vão quase 15 anos de andanças minhas pela internet e resolvi refrescar a memória e recordar 10 softwares que usei para ‘compartilhar’ e baixar arquivos na rede:

1) mIRC: provavelmente o primeiro de qualquer veterano da internet. Álbuns em MP3 nos servidores da undernet chegavam rapidamente aos usuários. Quer dizer, rapidamente é maneira de falar, pois na época que eu catava MP3 por lá eu usava um US Robotics de 56K. Fotos, músicas, tudo era compartilhado a passo de tartaruga até o próximo netsplit, onde tinha que começar tudo de novo. A vida era dura;

2) Audiogalaxy: talvez o programinha que mais gente sinta falta no universo. Todo tipo de música se encontrava por lá, inclusive versões raras de bootlegs. Praticamente qualquer artista internacional podia ser encontrado através do audiogalaxy. Quando ele morreu, muita gente ficou órfã;

3) Kazaa: no começo tudo eram flores e o Kazaa rapidamente se espalhou, virando programa preferido de 11 entre 10 pessoas que catavam coisas pela Internet. Foi o começo da era P2P de fato. Porém, como tudo o que é bom na Internet, rapidamente corrompeu-se e tinha gente que usava cheat pra receber o ‘god mode’, ou algo parecido, um status que dava prioridade sobre os outros na hora do download. Depois de pouco tempo virou antro de tudo que é tipo de coisa que não presta, inclusive vírus;

4) iMesh: parecido com o Kazaa, porém um pouco mais obscuro. Não conheço muita gente que o tenha usado. Também possuía bastante coisa e acho que usei por mais de 1 ano. Depois parou de funcionar, creio que foi fechado por conta de processos ou algo que o valha;

5) Napster: impossível não lembrar dele, afinal todo mundo baixou música pelo napster. Tinha de tudo, até que algumas bandas revoltaram-se e pouco depois o cara que criou a bagaça vendeu por uma fortuna. Mas também se encontrava muita coisa por lá;

6) Emule: inaugurando a era dos edonkeys, encontrar servidor decente era coisa pra ninja. Mas podia se encontrar absolutamente de TUDO no emule, na verdade ainda dá pra achar alguma coisa, mas a rede virou um antro de vírus e trojans sem fim. Seu legado, porém, é muito grande no que diz respeito a compartilhamento de arquivos;

7) DC++: esse eu confesso que usei uma ou duas vezes, mas muita gente usou. Uma espécie de upgrade da forma como o iRC fazia o compartilhamento de arquivos. Normalmente quem usava o DC++ era gente com bibliotecas inteiras de música, filmes, séries, etc;

8) Limewire: usei pouquíssimo, já de cara não gostei do programa que era muito pesado e feioso, além de ter muito lixo e arquivos fake. Já vinha infestado de spyware e adwares, a experiência era ruim e a quantidade de arquivos disponíveis era fraca;

9) Bitcomet: meu primeiro client de torrents. Nesse caso o cliente não tem muito mérito na questão dos downloads, pois depende dos arquivos disponibilizados de forma assíncrona em sites como filelist, demonoid e isohunter. Mas dava para o gasto para gerenciar os torrents, que assim como os edonkeys, tem a vantagem de poder continuar o download em caso e parada;

10) µtorrent: muita gente chama de u-torrent (tipo U2), mas o correto é microtorrent. Tem esse nome porque o client é realmente minúsculo, coisa de 200kb, porém completo, fácil de instalar e de configurar. É hoje o único programa que uso para baixar arquivos na rede;

E você, quais desses usou? Ficou faltando algum na lista?

Os dois lados da moeda

A imagem abaixo é uma ilusão de ótica pintada numa rua, em Vancouver. O objetivo dela é fazer um teste com os motoristas, para saber se ao avistar o desenho eles reduziriam a velocidade .

Uma preocupação surgiu: os motoristas poderiam se assustar e frear de vez, causando acidentes. Não creio que no Canadá essa preocupação seja válida. Já no Brasil, metade dos motoristas iria passar por cima, a outra metade ia frear tão escrotamente que ia mesmo causar acidentes.

Fonte

O gol mais bonito da história do FutSal

Brasileirão na metade, copa do mundo esquecida e o futebol volta a ser assunto nas rodinhas de amigos, mesas de bar e twitter. Como o nível do futebol por aqui não anda lá essas coisas, vejam o gol mais bonito da história do FutSal em todos os tempos da existência humana:

Stop-motion do dia: Pro-crastine

Esse vídeo em stop-motion é bastante útil, pra inspirar todos aqueles de nós que adoramos deixar tudo pra última hora, simplesmente porque se o prazo ainda não chegou é sinal de que ainda dá tempo!

Já pensou, se desse pra fazer as coisas assim?

via

Aprenda mágicas simples pra impressionar a galera

Todo mundo fica embasbacado com um truquezinho de mágica mequetrefe. Por mais que a parada seja enrolação, ainda é algo que diverte. Basta um amigo seu chegar com um truque com cartas ou uma moeda que ele já ganha a atenção da rodinha de amigos. Então eu como sou bonzinho selecionei 3 truques de mágicas para fazer no bar pra você fazer sucesso com a galera:

Topo