Brandon Flowers, o gênio da década

Eu sou fã assumido do The Killers. Aliás, desconheço gente que não goste do The Killers. Muita gente torceu o nariz para o último trabalho da banda, o Day & Age, onde eles mudaram um pouco o estilo das músicas. Confesso que no começo eu soltei um ‘não gostei’ mas foi coisa de ouvir duas ou três vezes e lá estava eu apaixonado pelo disco e ouvindo o dia inteiro.

Eu afirmo com segurança, IMHO, que The Killers é a maior banda que surgiu nos últimos 10 anos. Hoje, considero a maior banda do mundo. Músicas com significado, arranjos variados e instigantes, show espetacular. Além do carisma do vocalista, Brandon Flowers, que é fodão pra cacete. Eu tinha ouvido falar de seu disco solo, o Flamingo, vagamente. Não sei porque não baixei imediatamente, mas ao ouví-lo finalmente essa semana, constatei o quão espetacular é. Apreciei mais três faixas em especial, que são Crossfire (a melhor do disco), Hard Enough (uma bela música) e Only The Young, que é a cara do The Killers, e absolutamente linda. Os vídeos abaixo são de performances ao vivo dessas três músicas, aproveitem!

“… and our dreams will break the boundaries of our fear…”

Comentários

Topo