Border Control causa renúncia de Vereador

Vamos aos fatos. Se você quer fazer algo excuso, que não pode ser descoberto pois caso o fosse, faria você ser linchado ou mesmo perder o seu emprego público, você NÃO UTILIZA A INTERNET para tais fins. Ou até pode usar, mas sem registrar os seus passos.

O vereador John Dowdy, na cidade de Kannesaw, Georgia, “recomendou a amigos” que jogassem o jogo Border Control. O objetivo desse jogo é erradicar a ameaça mexicana nas fronteiras americanas atirando em quem tentar cruzar as linhas imaginárias.

Os mexicanos são divididos em nacionalistas, traficantes de drogas e parideiras. Até aí nada de errado. O erro dele foi não se lembrar que ocupa um cargo público e tudo o que minorias étnicas (ou qualquer outro tipo de minoria) querem é uma desculpa pra fazer uma passeata ou pedir uma cabeça.

O vereador, que já estava no cargo havia 10 anos decidiu renunciar após a repercussão do caso. O e-mail enviado com o link do jogo continha o seguinte texto:

“Isso aqui é divertido demais! Pelo menos faz com que você se sinta melhor. Eu fiz minha parte hoje, evitei que alguns [mexicanos] viessem para cá! Prepare-se, eles são rápidos demais”.

Se ele fosse um patrulheiro do controle de fronteiras não haveria nenhum problema em divulgar a felicidade pelo dever cumprido. Como vereador há 10 anos, ele já deveria saber que certas coisas se fazem por baixo dos panos.

Eu como não quero me meter em confusão, não vou dizer onde tem o jogo.

Fonte: G1

Veja também

<>

Comentários

Topo