As (in)verdades saudáveis das pessoas muito (in)eficazes

Pra entender o erê, tem que tá moleque. Pra entender o mercado de trabalho, tem que ter malícia, que nessa selva que é a luta por um lugar na sombra (sol tem pra todo mundo) moleque não tem vez. Se você quer vestir a farda preta do emprego, escute o grande pensador BQEG:

Auto-confiança: aquele belo sentimento que fará você se estrepar, mas com muito orgulho;

Ambição: uma forma polida de vencer na vida ferrando os outros;

Pro-atividade: poder de iniciativa pra se meter no trabalho dos outros e deixar de fazer o próprio;

Pensamento Positivo: capacidade plena de acreditar que há salvação quando uma merda épica foi feita;

Planejamento: conjunto de regras e objetivos que te fazem sair do nada e ir até o porra nenhuma;

Perseverança: persistência no erro, com bacon em cima;

Trabalho em Equipe: a forma mais eficaz de subir na vida às custas dos outros;

Profissional Sênior: aquele que faz as mesmas cagadas que você, mas começou 20 anos antes;

Plano de Carreira: conjunto de regras e objetivos que te fazem sair da máquina de Xérox para o Almoxarifado;

Currículo: aquele bolo de papel que faz seu nariz crescer cada vez que entrega um;

Entrevista: encontro entre duas pessoas onde uma se esforça pra não rir e a outra se esforça pra não chorar;

Dinâmica de grupo: suruba subjetiva. Todo mundo se fode, mas não há sexo envolvido;

Promoção: é quando o filho da puta qualificado toma a vaga que você não merece nem tem competência pra assumir;

Veja também

<>

Comentários

Topo