Análise sobre os encurtadores de URL

Com a divulgação em massa do Twitter, até mesmo na televisão e adoção do microblogging por usuários do mundo inteiro (estima-se que os usuários estejam próximos dos 50 milhões), uma série de serviços associados surgiu e pegou carona.

O principal e mais útil deles é a ferramenta de redução de URLs, que tem por objetivo ajudar o usuário a enviar links para o twitter economizando caracteres. Num serviço onde só podem ser usados 140 caracteres, isso é fundamental para conseguir passar uma idéia e um link associado sem estourar o limite.

Diante de tantas opções de encurtadores de URLs, o Royal Pingdom fez um estudo mostrando quais são os serviços mais eficientes disponíveis no mercado. Dois aspectos fundamentais foram estudados:

* Qual é o delay adicionado com o redirecionamento e encurtamento da URL;

* Qual é o uptime (disponibilidade) do serviço;

Os serviços testados foram Bit.ly, TinyURL, Ow.ly, Is.gd, Su.pr, Snipurl, Cli.gs, Tr.im and Twurl.

O gráfico abaixo mostra o delay adicionado ao link clicado separado por serviço:

3834365614_bc0a830885_o1

Algumas observações feitas a respeito do gráfico são:

  • Os três serviços mais rápidos foram Is.gd, Bit.ly e Ow.ly.
  • O serviço mais rápido do teste, o Is.gd, é mais de cinco vezes mais rápido na média que o mais lento, o Snipurl.
  • Bit.ly é 1.6 vezes mais rápido em média do que o TinyURL.
  • Nenhum dos serviços aumenta em mais de um segundo o carregamento da página (em média).

Com relação à disponibilidade e confiabilidade do serviço, foram coletados os seguintes dados:

grafico

  • Os três serviços mais confiáveis são Ow.ly, Bit.ly e Su.pr.
  • Apenas um serviço teve zero de downtime durante o período: Ow.ly.
  • Cinco dos nove serviços tiveram uptime de 99.9% ou melhor, o que é bem aceitável.
  • Para se ter uma idéia da eficiência, o Bit.ly’s teve 99.98% de uptime, o que significa dizer que ele falha uma vez a cada 5000 cliques.

Obviamente por se tratar de um site gringo, não foi incluído o migre.me no teste, mas quem usa o serviço sabe que ele está ainda um pouco aquém dos números apresentados nesse benchmark.

Veja também

<>

Comentários

Topo