7 motivos pra não trabalhar com suporte

Eu trabalhei anos e anos com suporte, quem acompanha o blog desde o começo sabe. Tenho vasta experiência teórica e prática na área, já resolvi problemas em Windows que nem Deus acredita. Claro, além de estudar muito e ter algumas certificações Microsoft, a prática me ensinou muita coisa. Mas se tem algo que eu aprendi nessa vida bandida de suporte é que é uma carreira entry-level, pra quem tá começando. Me refiro ao suporte Windows/Office, aquele básico que ‘todo mundo’ sabe fazer. Internet, e-mail, word, excel, impressora…

Parece pouco, mas isso dá MUITA dor-de-cabeça (e de dor-de-cabeça eu entendo). Meu conselho é, use essa área como aprendizado, para começar a carreira. Seguir nela para ganhar a vida é pra quem tem muita paciência, sangue frio e não tem grandes aspirações de ganhar bem no futuro. Por isso vou listar 7 desvantagens de se trabalhar com suporte, pra fazer você que quer ir pra essa área pensar muito bem antes:

1) Salário baixo. É simples, objetivo e direto. Suporte paga MUITO pouco. Não estranhe ver requisitos de vaga exigindo milhões de expertises pagando 1000 reais. E prepare-se pra ficar nesses 1000 reais muito tempo;

2) Horário alternativo. Quem trampa com suporte, pode se preparar pra não ter horário de almoço ou de descanso. As pessoas vão lhe encher o saco o tempo inteiro, como se você não comesse, dormisse ou fizesse sexo (tudo bem, sexo quase nenhum faz mesmo);

3) Crescimento profissional. O mercado é limitado, concorrido e prostituído. Não há um mar de opções e muita gente irá roubar vagas por méritos como ser filho do dono ou cobrar mais barato, pode ir se acostumando;

4) Paciência é uma virtude. Ou você faz estágio com monges budistas ou bebe sangue de barata de canudo, porque uma coisa eu garanto: você irá se estressar/irritar MUITO com os usuários. Se usuário fosse arquivo, a extensão seria .fdp;

5) Cursos, provas, qualificação em geral. Empresas tem uma visão (ainda) limitada sobre o suporte, mas ele é como oxigênio. Você o respira sem perceber, mas se cortá-lo você perceberá na hora. Porém, assim como oxigênio poluído, um suporte ruim mais atrapalha do que ajuda. Porém, provas de certificação, cursos e outras qualificações são bem caras e poucas empresas investem no funcionário. Prepare-se pra evoluir por conta própria;

6) Plano de carreira. Poucas, MUITO POUCAS empresas mesmo tem plano de carreira pra essa área. Nem é uma profissão bem definida na verdade, não há um padrão de skills necessárias para ocupar uma vaga e cada empresa define ao seu bel prazer quem é júnior, pleno e sênior. O único conselho é estude muito, e nas horas vagas estude um pouco mais;

7) Concorrência. O mercado é cruel, o que tem de técnico de suporte e analista espalhado pelo mundo não tá no gibi. Parece que suporte é Gremlin e jogaram água em cima ou alimentaram após a meia-noite. O mercado é mais prostituído que a rua augusta depois de meia-noite.

Tirando tudo isso, trabalhar com suporte é uma porcaria. Não vão por esse caminho, sério.

Veja também

<>

Comentários

Topo