3G no Brasil ainda deixa muito a desejar

Se você não estiver desesperadamente precisando de mobilidade, ou se onde você morar o 3G não for a única opção, dificilmente você se sentirá tentado a adotar essa tecnologia como sua conexão primária.

Como todo mundo sabe, banda larga aqui no Brasil stinks. As velocidades ainda são ridículas se comparado com outros países mais desenvolvidos e os preços são um absurdo. Uma mísera conexão de 1Mbit aqui no NE custa em torno de R$100,00. A diferença é gritante até mesmo no próprio país.

Fazendo uma pesquisa no site das próprias operadoras de celular, as informações são escassas, mal distribuídas e duvidosas. Tive enorme dificuldade de consultar o site da Claro, Vivo, Oi e Tim para pegar informaões sobre o acesso a Internet via 3G.

Os planos chegam a ser absurdos de tão ruins e caros. As opções de velocidade e pacote de dados são pouquíssimas, deixando o consumidor entre a cruz e a espada.

Nessa pequena tabela abaixo, mostramos as velocidades disponíveis, os preços dos planos, do modem e se há ou não limite de trafego. Uma coisa absurda que as operadoras adoram fazer é dizer que o plano é ilimitado e naquelas letras minúsculas elas dizem que após xGB de dados trafegados ela pode AO BEL PRAZER dela diminuir a velocidade.

tabela3g
Clique para ampliar

Oras, precisamos traduzir o conceito de ILIMITADO? Se é ilimitado por que após um certo tráfego mensal a operadora passa a exercer o “direito” de reduzir a velocidade de navegação? Isso só deve ocorrer no Brasil, em outros países o Ministério Público local ia cair de pau em cima.

Tem operadora que chega a cobrar o absurdo, dependendo do plano, de R$0,20 por MB adicional trafegado. Se um incauto baixar um filme estourando a franquia vai pagar R$140,00 por uma cópia pirata do filme. Melhor comprar o DVD original com os extras.

Isso sem falar na banda garantida, que é de 10%. Até aí tudo normal, o problema é que a maioria opera nessa velocidade grande parte do tempo. E basta se afastar um pouco de áreas mais centrais que o 3G some e vira Edge. E todo mundo que navega pela rede de celular sabe que Edge fede mais do que cachorro molhado.

Quando se trata de 3G, o Brasil ainda encontra-se pra lá de engatinhando.

Veja também

<>

Comentários

Topo