10 coisas que eu aprendi assistindo House

9 em cada 10 médicos odeiam assistir House. É compreensível, a série é completamente inverossímil no contexto médico, mas o lance é abstrair. Se eu fosse assistir Matrix procurando algo que fosse minimamente concreto atiraria em qualquer pessoa de terno preto e óculos escuros. Eu adoro a série, é um drama sensacional e pode-se aprender muitas coisas nela:

1) Não importa o que aconteça, sempre haverá uma médica gostosa na equipe pronta pra lhe atender;

2) Não se preocupe, no final você será curado. Mas não sem antes passar por diversas teorias mirabolantes e tomar todos os remédios já prescritos no universo;

3) É normal médicos invadirem sua casa pra procurarem toxinas, fungos ou drogas. Foda-se a sua privacidade ou invasão de domicílio. E você sempre será imbecil demais e deixará a porta aberta, uma janela com defeito ou a chave embaixo do tapete;

4) É possível ser médico, dormir pouco e ainda assim saber tocar piano, guitarra, pilotar motos, ser psicólogo, mágico, alquimista e tudo o mais que você desejar, ao mesmo tempo;

5) Por mais escroto que você seja, as pessoas ainda vão te admirar mesmo que você passe o dia sacaneando elas e cometendo assédio moral e até sexual. E as mulheres irão achar isso sexy;

6) Você acha ruim suas costas doerem? Se prepare, pois nos próximos 5 minutos você vai urinar sangue, bolhas fumegantes pipocarão na sua pele e seu fígado irá virar farofa;

7) Sempre haverá um médico a 2 metros de distância caso o paciente passe mal. E qualquer procedimento será sempre feito por eles, afinal não existem técnicos de enfermagem, enfermeiros, operadores de raio-x…;

8) Manipulação, mentira, enganação, chantagem, pressão psicológica, crimes contra a ética médica, tudo isso é sinal de brilhantismo;

9) Ser manco e usar bengala te permite ser escroto;

10) Não é lúpus.

Veja também

<>

Comentários

Topo